Pietra Gravou um Vídeo Caseiro Exibindo Seus Peitinhos e Chupado um Pirulito

573 visualizações

15 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

573 visualizações

15 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

Pietra Gravou um Vídeo Caseiro Exibindo Seus Peitinhos e Chupado um Pirulito

Pietra Gravou um Vídeo Caseiro Exibindo Seus Peitinhos e Chupado um Pirulito

ola sou joao carlos tenho 42 anos casado ha 20 anos com uma mulher conservadora nunca tivemos lua de mel entam com os filhos criados resolvemos sair de viagem para uma chacara no interior de sao paulo saimos na sexta feira a noite e chegamos de manha cansados o caseiro e sua esposa nos receberam bem eram um casal de mais ou menos 50 anos a esposa era mais nova uns 40 anos logo ela se enturmou com a minha mulher eu e o sr antonio o caseiro nao somos de muita conversa tambem ficamos bem eu sai com minha esposa a cavalo pelo mato fomos ate uma cachoeira comecei a beijar ela logo estava transando eu sempre tive tesao por ela mais aquele lugar me deixou com mais esquecemos do tempo e veio o sr antonio ver oque aconteceu quase vio a gente sem roupa fomos para a casa dormimos um pouco a noite resolvemos sar e ir ate a casa do caseiro ja que nao tinha ninquem conhecido por perto ao chegar la eles estavam transando com a porta aberta o sr antonio estava comendo o cuzinho da esposa ficamos olhando um pouco e voltamos pra casa minha mulher es tava molhadinha e eu de pau duro comi ela na varanda tentei comer o cu dela mais nao deixou disse que tinha medo de doer nao insisti e dormimos de manha a esposa do caseiro veio buscar minha esposa para nadar no lago eu fiquei descansando depois fui tambem escutei uns gritos e me abaixei e vi minha mulher de quatro e seu antonio comendo ela a esposa dele armou tudo nao tive reacao fiquei olhando de pau duro o cara tem um pau duas vezes maior que o meu ela nunca gritou e gemeu daquele jeito comigo me senti um trapo fiz de conta que nem vi quando voltaram eu disse que iriamos embora no outro dia pois tinha negocios pra resolver ela concordou a noite tentei comer ela mais ela nao quiz sai pra fora e camihei ate o lago sr antonio veio atraz e ficamos conversando sem deixar ele saber que eu vi tudo pois estava humilhado eu senti tesao ao lembrar da cena ele me pediu para ver meu pau estranhei mais ele disse que queria me chupar vi ali a chance de me vingar sem jeito eu neguei mais ele pegou no meu pau e abocanhou tudo dizendo meu gostoso comi sua mulher mais queria era te dar naquele escuro via so o vulto dele me chupando entao senti meu pau endurecer ele lambia eu ja nao aguentava mais nunca tinha feito isso com homem ele se virou e eu comi o cuzinho dele ele senou em cima de mim e com a mao acariciava meus graos e passaca o dedo no meu cu eu estava gostando ele tentou me comer mais nunca dei e ele era pauzudo demais depois de um tempo resolvi experimentar ele cuspiu no pau e veio empurrando quando entrou a cabeca senti tanto tesao que me abri e ele pois tudo doeu muito mais ele nao parou ate colocar tudo eu estava quase gozando ele tirou e pediu pra chupar ele me chupava e esfregava o pau duro na minha cara entao eu bati uma pra ele e gozamos depois como se nada tivesse acontecido voltei pra casa abracei mimha esposa no outro dia despedimos deles e fomos embora nois nunca haviamos trido um au outro la fizemos tudo eu sabia dela e ela nao sabe do que eu fiz ate hoje nunca esqueci a cena dela com outro e me mastuebo de lembrar a transa minha e aquele cara que alem de comer minha esposa me comeu tambem. Assim, numa noite, logo depois que o namorado foi embora a Bruna entrou na sala e nos viu assistindo um vídeo pornô onde duas mulheres transavam com um homem. Não sou dotado de nada sou normal, mas tenho uma pica que fica dura feito pedra, minha amada adora, desde os 26 anos leio conto erótico nunca acreditei na maioria deles mas agora que vivo isso venho aqui para contar a minha história sexual com minha quase esposa, uma loirinha linda de seios pequenos duros bucetinha linda as vezes com pelos loiros, pernas e braços pintados, coxas grossas, com seus 32 anos, transformei ela numa safadinha, não entendemos o porque que nos excitamos com os contos e os mais variados possíveis eu sempre me excitei imaginando minha namorada e outro cara, ou com outra mulher, e as mulheres são mesmo putas no bom sentido da palavra cada uma de forma específica e nós homens adoramos esse comportamento delas porém que não fuja do nosso controle…basta passarmos segurança e deixá-las se sentirem a vontade para fazer o que elas quiserem no meu caso aconteceu de forma natural uma vez estava no carro com minha namorada e pedi para ela ficar com a bunda encostada na janela e chupar meu cacete falei de forma de brincadeira mas ela prontamente atendeu e começou a me chupar de forma que minha pica ficou dura feito pedra e ela me perguntou amor porque seu cacete ficou assim tão duro e eu respondi é que tem um cara vindo em nossa direção ela se assustou um pouco mas eu disse que tudo bem ele só estava olhando, mas ele veio se aproximando e ficou bem de perto olhando com a cara de guloso pra bunda de minha namorada que estava com uma calcinha toda enfiada na bunda de repente o cara tirou a pica pra fora fiquei um pouco receoso e mandei ele se afastar e ela se sentar quando ele se afastou pedi a ela pra recomeçar mas agora com os peitinhos livres e com a calcinha mas dentro ainda daquela bunda maravilhosa, ela começou a chupar meu cacete novamente com aquele bundão para fora da janela do carro e o cara quando viu se aproximou muito que não vimos pois o tesão era muito e só percebemos quando ele pediu para passar a mão na bunda dela ficamos pasmos com e pedido atrevido dele e perguntei a ela se podia e ela disse que por ela tudo bem se eu deixasse é claro e então fiquei um pouco com raiva, ciúmes e tesão , o tesão foi mas forte pois nunca tinha visto ela ser putinha assim, então deixe o cara tocar na bunda dela, ele alisava toda a bunda com a calcinha toda enfiada enquanto ela chupava meu cacete que já estava prestes a gozar em sua boca foi quando ouvir ela dizer com a voz rouca e bem baixinho mete sacana, fiquei curioso quando olhei o cara estava enfiando o dedo na buceta dela sem o menor pudor foi quando ele afastou a calcinha e começou a chupar a buceta dela e a minha namorada estava se transformando em uma putinha safada e eu sem saber o que fazer pois estávamos em um estacionamento em nossa cidade, mas estava muito gostoso ver tudo aquilo e ainda ser chupado por minha safadinha, ela tirou o meu pau da boca olhou pra traz e falou chupa seu safado não é isso que você quer e voltou a chupar minha pica e bateu uma punheta toda meladinha não pude mais segurar e gozei tudinho em sua boca não precisou pedir quando o cara viu que eu tinha gozado saiu agradeceu por ter deixado ele sentir um pouco daquela mulher gostosa, ela tirou a calcinha limpou meu cacete e saímos em silêncio, ao chegar em casa pedi a ela que fosse tomar um banho e depois eu dei um banho de língua nela chupando toda a bucetinha e bunda dela que é linda retribuindo o prazer que ela havia me dado ela não queria gozar em minha boca e pediu que enfiasse minha caceta que já estava dura feito pedra assim meti tudo não demorou muito e ela gozou gritando muito, tomamos outro banho, nos beijamos e fomos dormir agarradinho. – Uau… muito bom! Entendo porque você chegou tão cansada!"Quando eu disse isso, ele ficou chocado e depois começou a falar que éramos irmãos, eu nem liguei, sentei em cima dele, e ele paralisou de novo, não conseguiu dizer um única palavra, e nem se moveu, eu tirei minha camisa e ele olhou para os meus seios e vi até baba caindo da boca dele, mas tava tentando desviar o olhar, mas por mais que ele tentasse, mais hipnotizado ele ficava, eu senti na minha bunda que o pau dele tava duro como diamante, peguei meus seios e levei-os até o rosto dele, nesse momento eu senti o pau dele pulsando, nisso eu estava toda molhada, logo eu senti um líquido no pau dele e percebi que ele tinha gozado, e bastante, ele me tirou de cima dele, e me disse pra não fazer mais nada e tentou sair do quarto, mas não deixei, fechei a porta e tranquei, agora ele tava preso, ele até tentou pegar a chave, mas eu tirei meu shorts e percebi o pau dele duro de novo, ele ficou paralisado e daí eu beijei ele gostoso, num abraço delirante, mas Pedro voltou a si e tentou pegar a chave, mas eu peguei e enfiei ela dentro da minha xota, ele quase desmaiou de tesão quando eu fiz isso, mas depois eu joguei a chave, pra lá e derrubei ele na cama, fiquei em cima dele, e coloque a minha xota na boca dele, e comecei a esfregar, ele até tentava escapar, mas aos poucos ele foi se acalmando, e começou a me chupar, chupava sem jeito, enfiava os dedos, mas aquilo me deixava louca, até que eu gozei em um orgasmo incrível, levantei de cima dele, e Pedro tentou escapar ainda, mas não deixei, segurei ele por trás, apertei o pau dele ameaçadoramente, e desci para as bolas, mas ainda com cueca e tudo, depois de uns minutos, tirei o shorts e a cueca dele, fiquei ajoelhada na frente dele, fiz uma cara de safada e inocente ao mesmo tempo, e lambi o pau dele com gosto, comecei chupando as bolas, ai delicia, e depois subi para o pau, a chupei só a cabecinha por uns minutos, depois comecei com movimentos leves e fui acelerando, eu já praticava com bananas, ele tava hipnotizado, o pau dele pulsando na minha boca me deixava molhadinha, ele gozou na minha boca, bem lá dentro, mas um pouco caiu pra fora em meus seios, mas apesar de duas ele ainda tava duro como aço, inacreditável, eu não perdi tempo, sentei no pau dele e comecei a quicar, me precipitei, pois doeu um pouquinho, mas depois eu tava com tanto tesão, que comecei a quicar loucamente em cima dele, dessa vez o Pedro mostrou reação, apertava meus peitos, e eu tive um orgasmo duplo, fiquei uns 2, 3 minutos gritando de prazer, foi sensacional, meu maninho gostoso também estava quase lá, eu fiquei de quatro na cama e mandei ele meter fundo, ele sem reclamar fez, ele me comeu desse jeito uns 10 minutos e avisou que ia gozar, bem na hora ele tirou e começou punhetar, e eu dei uma de safada, comecei a gritar para ele gozar com uma voz bem safada e gemendo bastante, e fiquei balançando minha bunda, e exibindo ela, abri ela e exibindo o meu cuzinho lindo, ele não aguentou, jorrou na minha bunda, melando de porra o meu cuzinho e xotinha, eu passei a mão pegando toda a porra que tinha e coloquei na boca, depois ainda dei umas chupadas no Pedro, mas agora ele nem erguia, tava exausto, ele pegou a chave e saiu do meu quarto, sem dizer nada, eu fiquei ali, me masturbei mais um pouco e só depois de gozado fui tomar um banho. Começou a chupar como se fosse um pirulito, com voracidade, enquanto com as mãos apertava minhas bolas e pressionava minha bunda contra seu rosto. Com todo cuidado tirei o espelho e a madeira e vi meu cunhado deitado na cama tendo o pau chupado pela mina cunhada… Ela engolia tudo.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (29 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...