Novinho Enfiando A Pica No Virgem Até Romper As Pregas

2 min

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , ,

Novinho Enfiando A Pica No Virgem Até Romper As Pregas

Novinho Enfiando A Pica No Virgem Até Romper As Pregas

Tentou me comer mas eu travava as pregas e ele não conseguia.

Já lhe disse para passar lá mais vezes mas ele respondeu-me que me prefere dar mais tempo para ficar mais apertada.

Me propus a ensina-la, mas ela ficou meio sem graça e no fim acabou topando! Eu nem acreditava!! Mas ela disse que eu teria que fazer tambem, senao nada feito! Tive que fazer esse sacrificio…Cultivava ja a alugum tempo uma estranha e estimulante obcesao: por vozes femininas! Ficava extremamente excitada ao ver uma mulher cantar, e quanto mais agudo melhor, chegava quase ao extase ao ver uma soprano!novo sobre o cofre e eu disse que não havia cofre nenhum, então o cara queExpliquei o que Marina queria e ele, sem hesitar , pegou a mão dela e puxou para baixo da mesa.

Nunca havia chupado, mas com a cara e a coragem fui abocanhando pouco á pouco aquela pica bem dura, sentindo o gosto, as veias grossas, aquela pulsada gostosa e meu amigo inclinava a cabeça pra trás na cadeira com os olhos fechados mole de tesão enquanto dizia quase sem folego “Nossa como isso tá bom! Caralho mano!""Pois bem , Adriana é uma Mulher Gostosíssima ,1,70 , cabelos encaracolados , uma bunda maravilhosa , seios no tamanho ideal e sempre durinhos e um par de coxas e um sorriso incontestável , a algum tempo trocamos olhares ” sacanas ” , um belo dia , estava eu em minha sala na hora do almoço , todos tinham descido para almoçar , bateram na porta e mandei entrar , advinha quem era ?? ela mesmo Adriana , toda gostosa e de cabelos soltos sorrindo com um batom super vermelho , entrou fechou a porta e falou se eu tinha um minutinho para ela , todos os minutos que vc precisar falei sem exitar , ela começou com sorriso sacana e trancou a porta na chave , logo depois começou a abrir o seu jaleco que ia até quase os joelhos , foi abrindo , abrindo até o último botão e ao abrir totalmente … pasmemmmmmm , ela estava Nua em Pelos , totalmente nua , sou todinha sua agora , quero meter com vc agora , ou se quiser me demitir me demite , ” mas me come antes ok ?”foi assim sem tirar nem por , confesso que meu pau até desceu tamanho a surpresa , mas logo em seguida ela se ajoelhou , eu já estava de pé , abriu o zíper da calça pegou meu pau com vontade e começou a chupar como uma potranca no cio , chupava e gemia ao mesmo tempo , derrepente se levantou , afastou alguns objetos da minha mesa e ficou de costas debruçada na mesa com aquela bunda maravilhosa e com a buceta raspadinha toda molhada de tesão , falando cheia de tesão , mete na minha xaninha , mete , eu já estava com a pica mais dura que qq coisa , meti de uma vez só , ela estava tão melada que quase nem senti atrito da minha pica entrando na buceta maravilhosa dela , fiquei socanado a pica nela e ela querendo mais e mais ela já estava gozando e eu já não estava aguentando mais então falei para ela , vou gozar fora , ela mais que depressa se ajoelhou e engoliu minha pica todinha até sentir o leitinho quentinho descendo em sua garganta , gozei muito na garganta dela , com as calças arriadas até o joelho , nem deu tempo para tirar , ela sugou até a última gota , depois ela se levantou , pegou algumas folhas de lenços de papel , limpou um pouco a buceta , pois estava super melada , vestiu o jaleco e falou no meu ouvido após me dar um beijo de língua que levanta qq defunto rsrs ,na próxima quero no cuzinho ele inteirinho , aí vc pode gozar com tudo dentro dele , e começou a se ajeitar com um sorriso mais sacana ainda , eu me ajeitei e passamos o dia nos entre olhando e eu com o pau duro querendo mais ….

Em dado momento, tive que interromper o ato, pois minha cavidade bucal já não o comportava, mesmo eu abrindo a boca ao máximo. Após isso levantamos, e a mandei ficar de 4, ela apoiou os joelhos no sofá, ficando de lado, com o rosto na direção de Vitor, eu levantei sua camisola até metade das costas, e fui enfiando novamente meu pau em sua buceta que parecia estar ainda mais quente, coloquei até chegar o saco, ela me olhava de lado, com cara de safada, mordia os lábios. ardendo como fogo…Sua umidade escorria pelas minhas bolas… Em determinado momento começamos a nos bater.

Comecei a cuidar de mim, do meu corpo e me torneiaquela coroa que é o desejo de qualquer novinho.

ele falava palavrões e segurava minha cabeça.

Era um fim de tarde, o sol tocava o horizonte e eu tocava as costas cobertas por uma jaqueta que protegiam aquele corpo moreno do frio que abraçava nossos corpos. Escorrendo muito de seu liguido daquela buceta virgem.