Juju Doidera Na Cabine Com Um Negão Chupando E Fudendo Com Marido Filmando

visualizações

4 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

Juju Doidera Na Cabine Com Um Negão Chupando E Fudendo Com Marido Filmando

Juju Doidera Na Cabine Com Um Negão Chupando E Fudendo Com Marido Filmando

Chegando lá,perguntei sobre Leona e a dona do local falou para subirmos e aguardarmos no quarto e assim fizemos,deitamos na cama,tiramos nossas camisetas, chinelos e começamos a nos punhetar por dentro da bermuda, bem devagar até que a gostosa abriu a porta,nos viu e disse:Ual,como estão tarados os meus machos,esse seu amigo também é gostoso hein!. em seguida começou a lamber ele bem devagar. Entrei no banheiro, que estava vazio, e fui logo na primeira cabine.

Tive que chupar os dois, claro. Minha bucetinha estava muito molhada e piscando, eu imaginado no lugar da menina, meu marido por baixo, fudendo minha buceta e alguém metendo no meu cuzinho, ao mesmo tempo, fazendo uma dupla penetração em mim, estava ficando sem controle, eu queria aquilo, tive que guardar o celular, pois havia chegado na estação que desceria.

Depois de deixar a vagina dela ensopada, afastei um pouco e vi o meu amigo pega-la pela cintura e coloca-la em cima dele, sentada em seu caralho.

Ele pediu para comer o meu cuzinho, mas eu não deixei pois o pau dele, apesar de ser menor que o do meu marido, é um pouco mais grosso, então ele se contentou em continuar a comer a minha buceta. Acabou o corte, eu tentando relaxar, paguei.

Fiquei te lambendo e te chupando bem devagar, até você começar a sentir as primeiras contrações do orgasmo.

Anderson tinha mania de filmar nossas sacanagens e deixava sempre o celular em cima do criado-mudo ligado filmando tudo para depois ficarmos vendo e curtindo aquela sacanagem e zoar um com o outro.

”, mas como ela não disse mais nada eu apenas ganhei coragem e levantei um pouco mais o vestido, vendo mais de sua bunda e sua bonita calcinha branca.

Pude notar que o negão estava de pau duro testemunhando aquilo.

Ele notou que ela ficara indócil e achou que poderia agir. Era verão e o calor fazia-se sentir e como tal não havia necessidade de grande uso de lençois ou cobertores… e ali ficou ela, de pernas nuas, uma dobrada e outra esticada… e o rabinho empinado, coberto no limite, pela t-shirt….