Gostosa gozando na escada

1 min 0 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

1 min 0 seg

Categoria:

Tag: ,

Gostosa gozando na escada

Gostosa  gozando na escada

Veio descendo as escadas olhando bem firme em meus olhos,parou no meio da escada e já veio cheio do assunto, já cheio da intimidade.

Ele me puxou pela nuca para nos beijarmos e eu coloquei o pau dele para fora e já todo babado comecei uma punhetinha leve!!! Empurrou minha cabeça para o pau dele e comecei a chupar.

não pensei duas vezes…rasguei seu vestido enquanto ela chegava ao êxtase, Que delicia ver aquela mulher gozando no meu pau.

– E dai, caralho? To mandando você dar a bunda pra mim e pronto! Alias, vai ter que ser bem homem pra agiientar esse pau grosso estocando o teu cu. Sai dali e fui fazer umas coisas, depois de uma hora e meia voltei pra casa e, chamo a cadela pra dar mais uma foda gostosa,pois já estava de pau duro denovo, chamei chamei e nada, havia deixado ela solta e ela sumiu, sempre foi muito fujona, andei até na porteira e gritei assoviei e não encontrei-a, mais que caralho vim pensando em dar umas tres fodas e só consigo uma, desisti de procurar mais me lembrei de sabadoPera aimeu… a ovelha tambem esta afim de dar, pois tambem esta no cio, fui até ao galpão peguei ração e chamei e as ovelhas vieram na hora, boteia a que estava no cio querendo pau, pra dentro do cercado, coloquei o tablado no chão pra ficar na altura certa, pus a ração em cima e ela foi comer, e eu fiquei bulinando ela enquanto ela comia, eu enfiava o dedo e ela mexia toco da cola pra lá e pra cá, deixei ela com muita vontade.

então me subiu um fogo, e eu tbm disfarçadamente tirei tbm, então como estava ansiosa para sentir o corpo dele no meu, então ele percebeu, e ja se lançou em cima de mim segurando meus pulsos em cima da minha cabeça, e me beijando loucamente, e sem que eu percebe-se, ele amarrou meus pulsos na cabeceira, e foi me beijando, e mordendo todinha.

– “Ai… Ai… Hmmmmm… gostoso… vai… mais… “, gemia baixinho a morena. Que delicia!!!!!!!!A esta altura quem já não agüentava mais era eu.