Dançando Funk Na Pika

50 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

50 seg

Categoria:

Tag: , ,

Dançando Funk Na Pika

Dançando Funk Na Pika

Foram quase 3 semanas de conversa até eu sugerir um encontro, e para o meu espanto ela me falou que estava doida por esse encontro. Quando tira a minha camisa, as tuas mãos tocam meu peito.

Só de ver ela se virando de costas, apoiando as mãos na janela meu pau já pulava de antecipação. Lendo meus contos anteriores este fica bem melhor:PROBLEMAS – COMENDO A SOBRINHA.

Depois de certo tempo já estava meio tonta e conversa vai conversa vem começamos a falar do casamento e ai comecei a contar tudo para eles inclusive dos vídeos pornô, tentando ver o q eles achavam, e comecei a perceber que eles se excitaram pois os dois ficaram de pau duro no shorts como pude observar, mais o q me chamou atenção foi o amigo do meu primo o Júlio, rapaz alto e forte moreno claro, deveria ter mais de 1,80 m e percebi que o volume no seu short era grande, aquilo me deixou muito excitada mesmo, senti que estava ficando molhada, pensei o que estou fazendo vou levantar um pouco e ir ao banheiro, quando me levantei pude perceber nitidamente que os dois olharam descaradamente para minha bunda grande e arrebitada, aquilo me deu uma coisa por dentro q nunca tinha sentido continue andando mais percebi que fiquei mais tonta ainda e pensei quer saber o corno não quer e isso mesmo, vou provocar só apara ver no que vai dar.

Depois se virou para mim e notou que eu fingia estar dormindo e disse:– Eu sei o que você fez ontem.

Ao chegar, a festa já estava bem animada, muita gente dançando, bebendo e com boa música. Meio sem jeito,peguei e coloquei na entrada da buceta dela e ele foi enfiando…enfiando e ela começou a gemer e a pedir mais e apertava os peitos com o leite saindo…molhando nossa cama.

Apoiou suas mãos nas costas da poltrona, empinou bem a bundinha fechando as pernas e cruzando os tornozelos. Coração na mão, desejo espalhado pelo corpo inteiro. Fiquei de pau duro na hora, quis come lá na hora mas minha esposa disse:” não queria sua mulher na zona, estou indo só que o corno só vai comer sua esposa quando eu voltar arrombada e toda gozada pois estou com MT tesão.

Depois dos nossos 2 encontros nunca perdemos contato,mas nada de sacanagem e já estávamos loucos pra um encontro entre nós sem que nossas esposas desconfiasse ou imaginasse que estivéssemos com outras mulheres e pegasse em nosso pé. -Agradeço, mas acho melhor você ir para casa, sua mãe deve estar preocupada com sua demora. Não contente, aproveitei a situação, liguei o ar do quarto bem no frio peguei uma cobertinha para nós. Numa sala privada, chupei uma de cada vez, fazendo ambas tremerem em minha boca, depois assisti a elas fazerem um 69, que jamais esquecerei na minha vida.