Casada liberada pelo corno

2549 visualizações

53 seg

Categoria:

Tag:

2549 visualizações

53 seg

Categoria:

Tag:

Casada liberada pelo corno

Casada liberada pelo corno

Então eu me cansei e peguei na cintura dele com força e comecei a meter.

Joaquim e Jonatan disseram que adoraram meu rabo e que sempre que o Matheus quisesse podia chamar eles. A forma como ele tentava esconder sua ereção na cueca ou até como, as vezes, ele se tocava devagar por baixo da mesa.

Tive a certeza que nada iria mudar quanto ao meu relacionamento com meu querido noivo que antes de casar já se tornara ?corno?.

Uma tora tão grande que quase não cabia na minha boca, mas que mesmo assim eu fazia força para engolir todinha.

Com a desculpa de ver se havia papel no banheiro, bati levemente na porta e ele mandou que eu entrasse. "Eu sou uma garota superdivertida e gosto de tudo que faz bem pra vida e pra alma, eu adoro frequentar praia, só para exibir o meu corpinho bronzeado e gostoso, eu sou muito paquera e admirada, pelos homens de bom gosto, eu tenho apenas dezoito anos e sou a caçulinha da casa, porque as minhas duas irmãs mais velhas já são casadas e como todas as caçulas são as mais mimadas, comigo não foi diferente e talvez por ser tão mimada por todos, acabei sendo a mais arteira a mais desinibida e a mais sem vergonha de todas.

Quando tentei sair o tiozinho me segurou dizendo que ainda não timha gozado…o cara tinha um pau grande de mais ou menos 18 cm bem duro para aquela idade…cada deslizada que dava no meu rego meu cu piscava, então pedi para ele colocar uma camisinha por que não curtia sarro sem proteção.

Arredo o banco para trás e começamos a nos beijar, minha mente a mil pensa ( O QUE ESTOU FAZENDO? beijando, uma pessoa que nunca vi, que me aborda na rua, e ainda mais, um travesti ?! )""Eu gemia de prazer, com os olhos fechados enquanto ele metia, colocando todo o pau até o final e o tirando novamente, de forma lenta e deliberada.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (211 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...