Casada dando o cu e gritando muito no pau do comedor pauzudo

Casada dando o cu e gritando muito no pau do comedor pauzudo

Casada dando o cu e gritando muito no pau do comedor pauzudo

-Que bom tio,gosto muito do senhor não queira te esconder isso-Que bom,eu posso te pergunta uma coisa? Você se sente atraido por mim?(Tremi na hora)-Éeee… Na verdade tio sinto sim-Sério(Ele bota a mão em minhas pernas)-Sempre olhei sua bundinha,adoro um cuzinho e sua tia não gosta de dar-E o cê quer o meu?-QueroEle me beijou bem gostoso,e foi se deitando por cima de mim na cama,fui beijando o pescoço dele todo,até que ele mandou eu deitar por cima dele,fui logo tirando a bermuda dele pra vê aquela pica que tanto sonhei,ainda tava meio mole mais era bem grande,fui punhetando até ficar dura que nem pedra,coloquei na boca aquele pau que mau cabia em minha boca,chupei bem a cabeça da rola e as bolas,eu estava me sentindo tão realizado que quase gozava só chupando o pau dele,ele pediu pra comer meu cu,deitei na posição frango assado e ele meteu a lingua no meu cu fui a loucura gemendo bem baixinho, ele colocou dois dedos de uma vez só no meu cu pra abrir ele,levantou pegou um creme lambuzou meu cu todo, e meteu a pica de uma vez só, gritei de dor pedindo pra ele tirar, ele ficou parado com o pau no meu cu,e foi bombando devagar até a dor passar,depois a dor passou fiquei sentido só tesão, e fui gemendo alto e mandando ele não parar, ele me botou de 4 e foi metendo bem forte e eu gritando de prazer, quase já gozando sem pegar no pau,ele anunciou q ia gozar eu pedir pra sentar no pau dele, fui sentando e me masturbando, gozei em cima do peitoral cabeludo dele e ele gozou eu sentando no pau dele,levantamos tomamos banhos e formos a praia,e quando voltamos teve mais história, mais em outro conto eu falo. Enquanto passava bem vagarosamente para evitar problemas vi um rapaz sentado numa escada em frente a um comercio apreciando o movimento e notei que alem de apresentável tinha uma bela mala onde fixei meus olhos, ao me ver fitando seu pau ele passou a mão em seu saco até seu pau e me olhou com cara de sacana, aquilo me deu muito tesão pois há muito tempo não curto nada. Na despedida ele tentou ser mais íntimo dando um selinho nela.

Pela segunda vez, eu, uma mulher casada, sem neuras, havia me entregado aos prazeres da carne e o melhor; havia adorado.

Seu Nilton,pai de Marcos,meu comedor,veio e pediu ao filho pra tirar da minha bunda e enfiou o pau dele de uma vez e gritei,mas comecei a pedir mais. – Passarei o fim de semana aí em Guarapuava… Chego na quinta e vou embora segunda ou terça… quem sabe não marcamos algo? Te garanto pelo menos que eu vou chupar essa pica grande de um jeito que vc nunca viu… Pauzudo gostoso.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (212 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...