Caiu na net em vídeo caseiro sensacional minha vagabunda vagabunda gozando na bunda por ex-namorado de belo horizonte – mg

Caiu na net em vídeo caseiro sensacional minha vagabunda vagabunda gozando na bunda por ex-namorado de belo horizonte – mg

Caiu na net em vídeo caseiro sensacional minha vagabunda vagabunda gozando na bunda por ex-namorado de belo horizonte – mg

Próximo ao casarão, moravam numa casinha um casal de caseiros e sua filha.

uma vez que ela quem colocou a camisinha nele,como se ela estivesse dando o aval final pra toda aquela putaria ele estava quase gozando no oral, ele me levantou com tudo do chão, novamente me colocou sobre a mesa,dessa vez de bruços arrancou meu vestido,tirou minha calcinha,fiquei somente com os saltos, segurou meus cabelos, me deu uns bons tapas na xana, na bunda, e mandava eu empinar a bunda, mais e mais, levei muito tapa, como se fosse uma menina levada sendo punida por estar querendo tanto o pau dele dentro de mim, e como se ele estivesse lendo meus pensamentos ele socou toda aquela vara de uma só vez, sem charminho ou enrolações, minha xota estava pingando não foi tão difícil assim,ele foi um animal,me comeu, meteu gostoso , me puxava pelo cabelo na intenção de colocar cada vez mais fundo,me pegava pela cintura, aquele som característico, mas tão gostoso, arrepios percorrendo pelo meu corpo, não escutava mais a voz da Clara,estava escutando o encontro dos nossos corpos e sentindo o formigamento na base da minha coluna que antecede a um bom orgasmo,sem vergonha alguma incentivei entredentes:Fode,Fode,Fode sua vagabunda…Me deixa toda arrebentada,não para de me comer e mostra para a corna da tua esposa como que uma puta tem que dar!Ouvi os gemidos guturais do Carlos,e as ultimas bombadas que acompanharam com sincronia a minha explosão gozei muito gostoso,ele se jogou sobre mim e ficamos alguns segundos nessa posição, a Clara se aproximou, e deixou um beijo no meu ouvido.

-Deixa eu te ajudar? – Isa acariciava o rosto do ex-namorado. Será Carlos que machuquei muito? O Carlos abriu a bunda dele o esperma estava escorrendo mas não tinha machucado nem sangue tinha.

Que trepada sensacional tinha sido aquela. Chamava-a de puta, vadia, vagabunda e ela adorou isso. O gosto não muito diferente dos outros mas acho que o cheiro do corpo misturado com o perfume fazia ser diferente, ele coloca sua mão com os dedos entre meuscabelos e tira minha boca de onde estava, olha pra mim e me pergunta se gosto de chupar, eu olhando pra ele com uma cara séria mas com um ar de devassa digo que adoro,novamente ele me faz chupar e me pergunta do que eu gostaria de ser chamada, respondi do que ele quiser chamar, então ele segurando minha cabeça se encosta no sofá abreas pernas e diz – então vagabunda engole minhas bolas; ele força meu rosto e minha boca contra elas varias vezes até coloca-lo na minha boca e dizer: – engole esse cacetevagabunda, nào sabia ele ou sabia, que adorava e estava sentindo falta daquilo.

Eu sentia que meu anel de couro estava dilatado ao máximo, como se fosse arrebentar a qualquer momento; eu já estava sentindo a vista escurecer quando, aumentando ainda mais de tamanho, ele gozou, atolando aquele monstro enrubescido em mim até as bolas encostarem nas minhas.

– Você gostou?– Uhum, é bonitinho até – estava olhado para o horizonte, pelas cataratas formadas no pára-brisa embaçado pela chuva.

E foi um dia em que eu estava no quarto jogando video-game que ela entrou com aquela roupa.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (208 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...