Caiu na net em vídeo caseiro sensacional minha pretinha estupidamente gostosa entrando na vara tarado petrolina – pe

Caiu na net em vídeo caseiro sensacional minha pretinha estupidamente gostosa entrando na vara tarado petrolina – pe

Caiu na net em vídeo caseiro sensacional minha pretinha estupidamente gostosa entrando na vara tarado petrolina – pe

Ele é muito bem sucedido, tem um corpo sensacional. mas ele aproximou se de mim e disse maninha do meu coração, eu te amo amor da minha vida, deixa eu ver a sua bucetinha, eu quero saber se ela é loirinha ou se é pretinha igual as outras, eu estava apavorada e com uma mão eu tapava os meus seios e com a outra eu tapava a boceta, com uma carinha de safado, ele começou a me elogiar, dizendo que eu era linda e que o meu rosto parecia uma boneca, que as minhas coxas eram lindas e gostosas, aquelas palavras foram me deixando mais relaxada e excitada, ele começou a puxar a minha, para que eu me liberasse para a sua visão.

O quarto estava vazio, tendo apenas um vídeo com uma TV e um computador aonde iríamos pesquisar. um dia chegou tarde em casa tinha brigado com a namorada e eu de proposito me deitei so de camiseta sem calcinha e descoberta dormia no quarto dele ele começou a dormir no quarto do meu tio mas estava sempre pegando algo no seu quarto nesse dia ele não resistiu me viu ali durmindo sem calcinha minha bucetinha rosinha toda lisinha a mostra pra ele de repente abro um dos olhos com jeito e pego ele batendo uma derrepente começo a me espreguicar e ele se assustou ai disse oi sid ta muito tempo ai ? Ele responde que nao que so ia me cobrir pois estava quase nuaPerguntei se ele gostou e ele me disse que tinha brigado com sua namorada e estava tao carente nesse momento eu ja estava toda molhada dei nele um abraço de consolo quando sentiu meu corpo já me sentou em seu colo vendo seu pau duro me encostar já tirou logo minha camisa chupando meus peitos que são médios quase os engolindo todo me encostou na parede com os bracos erguido me dando um banho de linguadepois me colou de bruços na comoda do quarto e colocou todo aquela pica deliciosa dentro demim já nem me emportava com p tamanho e grossura esta tao molhada que logo facilitou eu abertava a pica dele ele metia com mais força e ei apertava cada vez mais ate que não aguentei gozei na que pau gostoso do meu primo e logo ele anuncia que vai gozar mal se contia parece que aquele 21cm iria me partir ao meio logo senti junto com um gemido abafado a porra escorrendo no meio da minha perna.

Fiquei me masturbando bem devagar, sentindo meu pau ficar estupidamente duro, grande. Na posição de papai e mamãe metia gostoso, comia minha prima, “ahhh Aline que buceta gostosa”, me respondia, “fode primo, fode com força vai, mete!” E eu correspondia conforme seus estímulos.

Passei gel no cacete e pincelei a racha de cima pra baixo, de baixo pra cima , ajeitei a cabeça na entrada e a bucetinha foi se abrindo e meu pau foi entrando bem devagar, foi entrando até a metade, até no anel que é o cabaço, dali pra frente não entrava, pois sempre que eu tentava ela se mexia, fiz um vai e vem gostoso sempre bem devagar, apreciando minha rola entrando e saindo naquela racha apertada ao mesmo tempo macia e umida, quando tentava enfiar o pau todo ela mexia a bunda pros lados, e eu ficava com o pau na mão, recomeçava a brincadeira, metia devagar, depois mais rapido até que gozei gostoso, durante o resto do dia tentei mais 4 vezes, e ela sempre tirava a bunda pro lado quando eu tentava botar tudo, dai eu gozava só com a metade do pau dentro, não me preocupei pois amanha … amanhã será outro dia. Ela dizia que queria dar pro caseiro, que eu seria seu corno e me perguntava se eu vi o quanto ele estava com tesão ao me ver daquele modo e dizia que queria aquela pica dentro dela e gozou gritando que eu seria seu corno manso. Coloquei minha mão dentro da bermuda,comecei a tocar uma com a mão por dentro da mesma vendo a mulher do filme sendo fodida pelos tarados e percebi que um dos caras olhava com fixação para meu pau enquanto batia punheta e,passado alguns poucos minutos,o outro cara gozou e foi embora,estavam apenas eu e aquele homem que aparentava ter uns 39 anos,eu continuava me punhetando,me masturbava com muita vontade e o cara continuava a olhar meu pau por dentro da minha bermuda enquanto se punhetava,veio até mim e disse:Posso pegar nele?.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (178 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...