Amador – Mascarado Pauzudo Fodendo O Branquinho

Amador – Mascarado Pauzudo Fodendo O Branquinho

Amador – Mascarado Pauzudo Fodendo O Branquinho

Eu estava na sala de aula da faculdade,não me aguentando de tesão e olhava para um branquinho nerd magro do meu lado e começa a me masturbar mas sem ele ver,eu estava louca de tesão chupando meus labios,e escrevi em um papel temos que agilizar nosso seminário da semana que vem,e fomos a sala de multimidia e eu cheguei la e subornei o professor dei 50 reais na mão dele e disse tranca a sala,ele saiu trancou a porta eu apaguei as luzes e liguei computadores aleatorios e comecei a pesquisar videos pornos neles e aumentei o volume do som dos gemidos das mulheres olhei para ele e lambi os beissos e ele apertou a mão no pau quando eu tirei a blusa e comecei a imitar as mulheres dos videos puchei ele e comecei a gemer no ouvido dele… Ele não sabia o que fazer então dominei ele sentei na cadeira sentei no colo dele e esfreguei meus peitos no rosto dele bem rapido ate que ele abriu a boca começou a chupar meu biquinho e com a outra mão ficava puchando a ponta do outro biquinho,eu gemi tanto,gozei não aguentei,depois fui descendo a mão comecei a masturbar ele bem devagar e comecei aumentar a velocidade e ate que ele começou a se contorcer na cadeira e depois comecei a chupar na mesma velocidade e ele encheu minha boca de porra eu engoli tudo encostei na mesa desci a calça e abri as pernas puchei ele pela camisa que veio logo chupando minha buceta e enquanto ele chupa eu gozava e gemia alto não aguento fiquei de quatro e ele começou a meter em mim tampou minha boca e mandou eu fazer silêncio “vadia”,e me comeu e encheu minha buceta de poha depois mandou eu mamar no pau dele e depois chupou meus peitos denovo vestiu as calças me ajudou a vestir as roupas desligou os computadores e na saida enfiou a mão na minha calcinha e saiu da sala me masturbando… Depois ele não me comeu mais para minha tristeza. ola sou joao carlos tenho 42 anos casado ha 20 anos com uma mulher conservadora nunca tivemos lua de mel entam com os filhos criados resolvemos sair de viagem para uma chacara no interior de sao paulo saimos na sexta feira a noite e chegamos de manha cansados o caseiro e sua esposa nos receberam bem eram um casal de mais ou menos 50 anos a esposa era mais nova uns 40 anos logo ela se enturmou com a minha mulher eu e o sr antonio o caseiro nao somos de muita conversa tambem ficamos bem eu sai com minha esposa a cavalo pelo mato fomos ate uma cachoeira comecei a beijar ela logo estava transando eu sempre tive tesao por ela mais aquele lugar me deixou com mais esquecemos do tempo e veio o sr antonio ver oque aconteceu quase vio a gente sem roupa fomos para a casa dormimos um pouco a noite resolvemos sar e ir ate a casa do caseiro ja que nao tinha ninquem conhecido por perto ao chegar la eles estavam transando com a porta aberta o sr antonio estava comendo o cuzinho da esposa ficamos olhando um pouco e voltamos pra casa minha mulher es tava molhadinha e eu de pau duro comi ela na varanda tentei comer o cu dela mais nao deixou disse que tinha medo de doer nao insisti e dormimos de manha a esposa do caseiro veio buscar minha esposa para nadar no lago eu fiquei descansando depois fui tambem escutei uns gritos e me abaixei e vi minha mulher de quatro e seu antonio comendo ela a esposa dele armou tudo nao tive reacao fiquei olhando de pau duro o cara tem um pau duas vezes maior que o meu ela nunca gritou e gemeu daquele jeito comigo me senti um trapo fiz de conta que nem vi quando voltaram eu disse que iriamos embora no outro dia pois tinha negocios pra resolver ela concordou a noite tentei comer ela mais ela nao quiz sai pra fora e camihei ate o lago sr antonio veio atraz e ficamos conversando sem deixar ele saber que eu vi tudo pois estava humilhado eu senti tesao ao lembrar da cena ele me pediu para ver meu pau estranhei mais ele disse que queria me chupar vi ali a chance de me vingar sem jeito eu neguei mais ele pegou no meu pau e abocanhou tudo dizendo meu gostoso comi sua mulher mais queria era te dar naquele escuro via so o vulto dele me chupando entao senti meu pau endurecer ele lambia eu ja nao aguentava mais nunca tinha feito isso com homem ele se virou e eu comi o cuzinho dele ele senou em cima de mim e com a mao acariciava meus graos e passaca o dedo no meu cu eu estava gostando ele tentou me comer mais nunca dei e ele era pauzudo demais depois de um tempo resolvi experimentar ele cuspiu no pau e veio empurrando quando entrou a cabeca senti tanto tesao que me abri e ele pois tudo doeu muito mais ele nao parou ate colocar tudo eu estava quase gozando ele tirou e pediu pra chupar ele me chupava e esfregava o pau duro na minha cara entao eu bati uma pra ele e gozamos depois como se nada tivesse acontecido voltei pra casa abracei mimha esposa no outro dia despedimos deles e fomos embora nois nunca haviamos trido um au outro la fizemos tudo eu sabia dela e ela nao sabe do que eu fiz ate hoje nunca esqueci a cena dela com outro e me mastuebo de lembrar a transa minha e aquele cara que alem de comer minha esposa me comeu tambem.

Tu estava era fodendo essa cadela não é mesmo? pode falar eu também curto.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Leon se posicionou atrás de Maya esperando o momento certo para investir naquele cuzinho a tanto desejado o ANJO MASCARADO começou a gemer mais alto levando Maya a loucura nem percebendo que Leon começou a roçar seu pau no cuzinho da Maya que não dava de jeito nenhum gostava muito de umas belas passadas de língua mais dar nunca tinha medo receio.